2000 Waimiri-Atroari Desaparecidos Durante a Ditadura Militar

Que vivam os Povos Indígenas! Que vivam Bem!

segunda-feira, 26 de março de 2012

A Luta é pela Verdade e pelas Vítimas

Na última sexta-feira, 23 de março, ocorreu, no Fórum de Justiça do Município de Presidente Figueiredo, a audiência da ação movida contra Egydio Schwade por causa dos textos publicados que denunciam crimes cometidos contra os Kiña (Waimirí-Atroari), em especial sobre as mais de 2000 pessoas deste povo que desapareceram durante a ditadura militar. O processo se deu principalmente por conta do texto que aponta os motivos que levaram a ocultação destes crimes até os dias atuais.
Saída da Audiência, dia 23 de março de 2012. Foto: André Zumak.
Desde o início estes textos tem unicamente o propósito político de denunciar a crueldade com que foram tratados os Kiña e muitos outros povos indígenas do Brasil, não deixando que mais uma vez eles sejam esquecidos. Neste importante momento de busca por esclarecimentos dos crimes cometidos pelos ditadores, que culminou na criação da Comissão da Verdade, os crimes contra os povos indígenas também precisam ser esclarecidos.
Agradecemos o apoio dado por muitos e muitos amigos e militantes das causas sociais, especialmente da UFAM, da Paróquia de Santos Mártires e Nossa Senhora Aparecida, da UEA, do CIMI, da CPT e do Gabinete do Deputado José Ricardo.

Para quem desejar conhecer os textos que fazem parte desta série, pode procurar pelas datas de publicação. São elas: 19/02/2011; 13/03/2011; 15/05/2011; 04/09/2011; e 06/02/2012.

Casa da Cultura do Urubuí, 26 de março de 2012

Maurício Adu Schwade

Um comentário:

  1. Saudações Sr. Egydio Schwade.

    Participo de um projeto que visa construir um documentário sobre os índios Waimiri-Atroari. Tive acesso a materia públicada na home page do jornal "A Crítica", e pude perceber seu empenho na defesa dos Waimiri-Atroari.

    Desta forma, gostariamos de realizar uuma entrevista com o senhor, pois acreditamos que seu depoimento será de grande contribuição ao documentário.

    Aguardo seu contato.
    Nosse e-mail: projetowaimiriatroari@gmail.com

    Atenciosamente,

    Equipe do Projeto Waimiri-Atroari.

    ResponderExcluir