2000 Waimiri-Atroari Desaparecidos Durante a Ditadura Militar

Que vivam os Povos Indígenas! Que vivam Bem!

quarta-feira, 19 de março de 2014

Lembrar para Resistir


No momento em que se aproxima o 50º aniversário do golpe militar que implantou um regime autoritário no país, é hora de não apenas olhar para trás, mas analisar os impactos que o projeto da ditadura civil-militar ainda provoca, mesmo em período democrático.

Para discutir a reprodução do modelo autoritário que se que se faz presente com uma política voltada para grandes projetos hidrelétricos, minerais e agropecuários e o uso da violência como freio a organização popular, o Comitê Pela Verdade Memória e Justiça do Amazonas, em Parceria com o MPF e Laboratório de Geografia Humana, realizará o seminário "Amazônia Contra o Autoritarismo: o golpe militar 50 anos depois".

O evento será aberto a todos os interessados no tema e ocorrerá dia 28 de março de 2014, às 9 horas, no auditório Rio Solimões, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal do Amazonas (ICHL/UFAM).

Neste seminário, pretende-se discutir a situação de povos da Amazônia frente aos empreendimentos e modelos vigentes, bem como reunir as diversas forças que compõem os movimentos populares para discutir o atual cenário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário