2000 Waimiri-Atroari Desaparecidos Durante a Ditadura Militar

Que vivam os Povos Indígenas! Que vivam Bem!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Vida e Histórias de Doroti Schwade: Texto 8

Observação: Este texto foi escrito por Doroti por ocasião dos festejos de 20 anos do CIMI-Conselho Indigenista Missionário, em 1992. Dorô acreditava profundamente no trabalho voluntário, com compromisso e alegria, como único caminho de verdadeira transformação do mundo no caminho das "Economias do Bem Viver".

Política Salarial para o CIMI

Gostaríamos de acentuar a palavra política, pois é nela que se concretiza nossa ideologia. Também no econômico...
O assunto salário para nós é escabroso em si mesmo pois ele nos pega diretamente no conceito de produção “produzo, portanto, mereço salário”. “Produzo evangelização”, “produzo luta”. Nada mais ridículo...
Doutro lado estamos ao lado do povo que luta por melhores condições de vida e, parece, não sei se estas “melhores condições de vida”passam pelos salários. Mesmo na luta operária não deveria ficar por aí...
Qualidade de Vida não é produto de prateleira de supermercado... Gostaria que pensássemos muito mais em fraternidade, partilha, mudança social. Propor que os membros do CIMI aceitem a proposta do DIEESE que é ainda razoável porque nos garante viver com um salário possível a um mundo estruturado num sistema socialista onde se prevê o básico a qualquer cidadão.
O salário de classe média não nos dá mais coragem nem mais competência. Não somos profissionais do indigenismo porque se fossemos teríamos que apresentar aos índios um receita para seus problemas, um receita pré-fabricada na nossa escola profissionalizante.
Não, o que somos, é gente arriscando com os índios o desafio de abrir um espaço alternativo. Encarnação é isto e não devemos tomar o papel dos outros, dos antropólogos, dos lingüistas etc. e tal. Estes com sua ciência podem nos ajudar na medida que optam por estes povos ameaçados e nós temos a obrigação de usar com liberdade estas ciências para melhor nos identificarmos com estes povos. Mas o nosso papel é acima de tudo nos arriscarmos com eles a abrir caminhos para o novo. Não acredito que façamos isto melhor nos segurando na estabilidade econômica...

Doroti Alice Müller Schwade

Nenhum comentário:

Postar um comentário