2000 Waimiri-Atroari Desaparecidos Durante a Ditadura Militar

Que vivam os Povos Indígenas! Que vivam Bem!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Passo Piraju: luta pela vida, contra o etnocídio/genocídio

Conforme relatório de comissão da Aty Guasu à comunidade de Passo Piraju, esta "se encontra em estado de pânico, perplexa e desespero total". Relatam a importância da presença de alguns Ñanderu, lideres espirituais, para diminuir o desespero e medo e buscam indicar rumos diante da decisão do despejo Uma das decisões definitivas anunciadas na reunião pela comunidade Passo Piraju é não sair do lugar, é resistir e morrer todos juntos. Esta decisão foi repetida, em coro, várias vezes pela comunidade. 

Nós não vamos sair daqui! nós vamos morrer todos junto aqui! Na beira da estrada não vamos voltar mais viver! por isso vamos morrer todos junto aqui mesmo!” Ao falar essa frase várias mulheres e moças indígenas choram sem parar. “Parece que a Justiça do Brasil só que ver o sofrimento e morte dos índios na beira da estrada”. “Será que essa é justiça de verdade?”

De fato, para todos nós Guarani e Kaiowá, esse tipo de decisão de despejo deferido pela Justiça é violência que gera miséria e morte/extermínio dos indígenas, por essa razão, nós comissão de lideranças da Aty Guasu pedimos a revogação imediata da ordem de despejo da comunidade de Passo Piraju-Dourados-MS. (Tekoha Passo Piraju, 16 de outubro de 2012. Comissão de lideranças da Aty Guasu)

Egon Heck - Povo Guarani Grande Povo - Cimi 40 anos, outubro de 2012
bublicado originalmente por egonheck.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário